Poucos sabem, mas São Bento teve uma irmã gêmea. Santa Escolástica, ela também monja, viveu numa comunidade de religiosas da qual era abadessa e seguia a regra escrita pelo irmão.

Os gêmeos santos encontravam-se apenas uma vez ao ano. São Bento descia do cume de Montecassino, onde estava edificado seu mosteiro, até uma construção existente quase na base do monte. Este era o local reservado para o encontro santo.

O que a memória conservou da santa beneditina, foi seu último encontro com São Bento. Foi um momento cheio de afeto fraternal. Louvaram ao Senhor e participaram de um jantar. Mas chegada a hora de São Bento retornar ao seu mosteiro, Escolástica pediu para que ele ficasse por mais tempo, a fim de conversarem ainda mais e aproveitarem a presença de um e outro. No entanto, o abade respondia-lhe não ser conveniente ele passar a noite fora de seu mosteiro. Foi aí que aconteceu o único milagre conhecido da santa.

Ocorreu da seguinte maneira: entristecida a Escolástica com a recusa do irmão em permanecer com ela por mais algum momento em sua companhia, a santa baixou a cabeça, apoiando-se sobre suas mãos cruzadas na mesa, e suplicou a ajuda de Deus. O céu estava sereno e não se avistava uma só nuvem, mas logo começou a chover tão fortemente, com raios e trovões que São Bento e seus monges não conseguiram ir embora. Perguntou o santo à irmã: “O que fizeste?” “Pedi para que ficaste e não querias me atender, supliquei, então, ao meu Senhor e Mestre e ele me ouviu”, disse-lhe a irmã. O santo permaneceu no local até o dia seguinte, quando a chuva cessou. Passaram toda a noite em colóquios espirituais.

Ainda hoje, os monges visitam as monjas como recordação deste episódio.

Parecia que Santa Escolástica pressentia que sua morte se aproximava, e aquela era uma espécie de despedida. Três dias depois, São Bento viu uma pomba branca subir aos céus. Era a alma de sua irmã que ia ao encontro de Deus. Seu dia litúrgico é comemorado a 10 de fevereiro.

 

Oração a Santa Escolástica, irmã gêmea de São Bento

 

Ó Deus, que de modo admirável ornastes Santa Escolástica com a luz da inocência, dai-nos sempre agradar-vos pela pureza da vida, a fim de vos louvarmos com o coro das virgens na alegria do céu. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

Dom João Baptista Barbosa Neto, OSB
Mosteiro de São Bento de São Paulo

 

 

 

Conheça o Mosteiro de São Bento, Site | FaceBook

Confira o Livro Devocionário de São Bento.

Confira os mais variados Artigos Religiosos Católicos em nossa loja virtual.