A História da imagem de Virgem Maria como Nossa Senhora da Defesa surge a partir de uma época onde as imigrações eram frequentes, os povos eram nômades e para procurar comida e fugir do rigoroso inverno se mudavam constantemente de localidade.

 

Certa vez um grande exército dos chamados “Godos” que eram povos do norte decidiram se instalar aos arredores da Bacia de Ampezzano na Itália.  Amedrontados os habitantes daquela região logo perceberam que deveriam unir suas forças para montar uma barreira de defesa contra aqueles bárbaros, porém eram pobres, não tinham armas e não eram treinados para defender a vida de seus filhos e suas terras.

 

Num ato de desespero e fé reuniram se todos para rezar pedindo ajuda à Nossa Senhora. Suas preces foram ouvidas, quando o exército partiu para o ataque contra o povo, do céu sobre as nuvens surge Nossa Senhora com uma espada de fogo na mão direita e segurando o Menino Jesus no braço esquerdo.

Desceu dos céus sobre o local onde aconteceria o massacre e neste momento nuvens se espalharam por toda a região impossibilitando a visão de todos. Os Godos, atordoados e confusos, começaram a lutar entre eles mesmos até que por fim destruíram se uns aos outros.

 

Em agradecimento, o povo local passou a chamar a Virgem Maria de Nossa Senhora da Defesa. Até os dias de hoje em seu Santuário e pelo mundo todo são atribuídos através de sua intercessão diversos milagres.
 
Nossa Senhora da Defesa, proteja nos de todo o mal, hoje e sempre. Amém!